+ nóticia sobre o Jaê!


As crianças precisam falar com suas próprias palavras o que sentem e pensam, como sujeito de direitos que são.

Daí a importância e o valor de matérias que estão saindo na imprensa e de trabalhos acadêmicos que mostram o trabalho de escuta direta de crianças e adoloscentes que participaram do Projeto Jaê - criando a São Paulo que a gente quer!, nas cinco regiões metropolitanas.

Aqui, a matéria da Revista Outra Cidade, na íntegra.

Jaê - um projeto de escuta direta de crianças e adolescentes sobre a cidade de SPaulo


Neste vídeo se encontra o compromisso do Projeto Cala-boca já morreu de assegurar o direito à comunicação a crianças e adolescentes e de mostrar a todos os interessados na construção de uma sociedade justa, que é preciso escutar o que eles têm a dizer sobre a vida em sociedade, com suas próprias palavras!

Ouça adolescentes que frequentam a Praça Wifi Livre SP, Campo Limpo - zona sul de SPaulo


Olha só este trechos sobre a estrutura da escola: "Você tem que se perguntar 'a escola já veio montada ou ela já veio quebrada?', porque tem essa coisa da escola perfeita e os alunos ou as pessoas que frequentam esse lugar público não terem a conscientização de 'meu, é meu lugar, esse é meu lugar de estudo, é aqui que eu vou crescer', entendeu?

E aqui sobre alimentação na escola: "se não tivesse essas cantinas que vendem as coisas, as crianças iam comer mais na escola"

Esse e outros depoimentos de crianças e adolescentes integram o Projeto Jaê - criando a São Paulo que a gente quer!, atendendo ao Edital Redes e Ruas

Gente, sério, ouçam esse programa!!! Criança falando sobre a cidade

 Emoticon smile


Foi gravado no CEU Paraisópolis durante uma das oficinas do Projeto Jaê. Vale ouvir cada minuto. As pequenas Mônica, Cibele, Natalia e Estefani, todas de 9 anos, contam suas ideias para uma São Paulo ideal. Cidade mais verde, com mais bicicletas e com serviços gratuitos e de qualidade. Praças para mulheres grávidas com oferecimento gratuito de frutas e comidas saudáveis, cobertores e brinquedos para os bebês. Praças para idosos com serviços dentais e de saúde, jogos e outras atividades. Saúde na cidade ideal seria ter um rio limpo, para ficar olhando suas margens bonitas