Termina a fase 2 do Rádio Ambiente 21 - projeto piloto do Programa Juventudes do SESC São Paulo

De setembro a novembro de 2013, o Cala-boca já morreu esteve nas unidades do SESC Bom Retiro e Campinas, vivenciando com adolescentes e jovens a partir dos 13 anos, processos de produção coletiva de comunicação em rádio, na perspectiva da educomunicação.

Não é nada fácil decidir pela própria cabeça,num tempo marcado por vozes e imagens que nos fazem crer que o bom é nos diferenciarmos uns dos outros pelas coisas que possuímos e pelas etiquetas e marcas que usamos.

Contando com a participação ativa dos mediadores do CBJM, os envolvidos no Projeto Rádio Ambiente 21 começaram a entender, a partir dos momentos de produção de pequenos programas de rádio, que é possível viver sem ter chefe ou patrão, bem como entender como se constroem relações sociais, através das considerações sobre o que falavam e faziam em seus pequenos grupos.

Aos poucos, ao mesmo tempo, puderam compreender que tecnologia pode ser uma ferramenta valiosa para promover, em primeiro lugar, a escuta do que sai de suas bocas, antes de querer que o discurso entre nos ouvidos de um outro. 

Com o passar dos encontros, foi ficando mais evidente que os danos ambientais decorrem de ideias-lixo que trazemos em nossas cabeças, como competir o tempo todo, desejar ser sempre campeão, heroi, líder ou protagonista que, movido pela vaidade, se coloca à frente dos outros para definir o que a maioria deve fazer com suas vidas...

Esses processos, muito mais importantes que os produtos, ilustram nossa tese de que Educomunicação é sinônimo de Educação pelos meios de comunicação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário