Setembro e Outubro na Horta

Encaminho o que ocorreu nos últimos 45 dias na Horta do CBJM:
-Em Setembro, chegaram 2 mudas de ervas-cidreiras, que ja foram replantadas em vasos maiores, assim elas se desenvolvem melhor e ficam mais bonitas. A Casa agora conta com 5 ervas-cidreiras.
-Tem sido feita a manutenção do Jardim, como regas diárias, adubação e a retirada das folhas que caem diariamente.
-Na foto, as mais novas integrantes da Horta

Educomunicação e Educação Ambiental

A convite do IPESA Sociambiental, Jefferson Santana, Mayara Amaral e Pamela Lima, do Projeto Cala-boca já morreu, realizaram uma oficina de rádio com jovens moradores da região do bairro do Jaguaré, zona oeste da cidade de São Paulo, no dia 8 de outubro/2013.

A proposta pretende incentivar a população jovem para participar ativamente das discussões sobre a criação do Parque Linear Nascentes do Jaguaré

Oficina de rádio com jovens do Município de Cajamar/SP


Tiago Luna e Milena Klink, no dia 18 de outubro/2013, realizaram uma oficina de rádio com 12 adolescentes, com idade entre 12 e 16 anos que participam do Programa de Jovens da Divisão de Meio Ambiente do Município de Cajamar
Algumas considerações dos participantes, depois de ouvirem o que gravaram, confirmam que produzir comunicação de forma coletiva, na perspectiva da Educomunicação, pode ser uma poderosa ferramenta para fortalecer o indivíduo e mostrar a importância de grupo na sua formação:

  • "achei que fossemos fazer um programa decorado, mas foi de conversa!"
  • "pude perceber porque as pessoas dizem que sou arrogante… eu falo de um jeito arrogante, e nunca tinha percebido!"
  • "o mais legal foi ver que todo mundo falou, e falou no grupo. Em um ano juntos, foi a primeira vez que isso aconteceu."


Brincar é muito bom!

A gente sempre vem pra casa do Cala-boca produzir comunicação: fazer rádio, tv... Mas tem alguns dias que a gente fica com vontade de brincar o dia todo! Em dias bem ensolarados é uma delícia pular corda, brincar de "roba-bandeira", pega pega, ou até brincar de se molhar com a mangueira!

Jogar xadrez, dama, jogos de carta ou até ficar deitado, só colocando o papo em dia é uma delícia.

A casa do CBJM é um lugar muito gostoso de ficar, é bem coloridinha, agradável e por isso, a gente sai de casa pra vir pra cá, mesmo se for pra não ter nenhum produto de comunicação no final do dia.

Bárbara, Isadora, Isabelle, Fabrício, Guilherme, Jaqueline, Laúcia,
 Maryana, Mylena, Mayara, Pâmela, Sofia, Vitória

+ um encontro do grupo de estudos e práticas em Educomunicação


Sábado, 05 de outubro de 2013, Gabriela e eu começamos o dia com uma apresentação das atividades que estamos desenvolvendo desde 2010 para duas novas estudantes que nos procuraram, interessadas no tema Educomunicação.

Camila e Débora são alunas do Curso de Licenciatura da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo que inclui o Projeto Cala-boca já morreu como espaço de estágio para os interessados em conhecer e acompanhar atividades de educação não-formal.

Após essa primeira parte, recebemos uma cópia da pesquisa “Educomunicação e formação de adolescentes: do processo de produção coletiva de comunicação junto a um grupo de adolescentes da zona leste da cidade de São Paulo à compreensão dos conceitos de Educação e Comunicação presentes no neologismo”, que a Gabi (
Gabriele Luisa Oliveira), vem desenvolvendo na FEUSP.

Ela nos contou sobre o processo para realizá-lo, o que nos levou a decidir que para o próximo encontro, 19 de outubro de 2013, ela irá nos contar mais sobre esse trabalho, desta vez ao vivo, no novo programa de rádio que realizaremos pela Rádio Cala-boca já morreu.


Abraços
Jefferson Santana


Oficina de rádio de Santos


Aconteceu em Santos, no dia 3 de outubro/2013, mais uma atividade do ECA - Conhecer para Reconhecer, que pretende formar estudantes mais esclarecidos sobre a importância do Estatuto da Criança e do Adolescente na escola, uma instituição que ainda cultiva preconceito e age de forma arbitrária com relação aos direitos de crianças e jovens. 
Realizado pelo Fórum da Cidadania de Santos, desta vez no SESC Santos, o evento contou com 
Mariana Kz, Juliana Martins e Laúcia Almeida, do Projeto Cala-boca já morreu, para realizar
uma oficina de rádio, um instrumento que, efetivamente, pode colaborar para o entendimento e a difusão de direitos pela própria voz de pessoas em idade de formação.