Gratidão


Uma notícia triste: no dia 24 de maio, faleceu Pablo Ramos, quem nos convidou para apresentar o Projeto Cala-boca já morreu, especialmente os programas de tv, no 11° Encontro "O universo Audiovisual del niño latinoamericano", na cidade de Havana/Cuba, no ano de 1997.

Nessa época, o Cala-boca já morreu era um projeto sem fins lucrativos do Instituto GENS de Educação e Cultura. Só depois, em 2004, é que viria a se constituir como uma uma instituição sem fins lucrativos como vocês conhecem atualmente.

Nesse tempo ainda não se falava com a mesma força que hoje sobre Educomunicação. Os estudos se voltavam para as relações entre Educação e Comunicação. Pablo Ramos,  um dos pesquisadores, era responsável pela realização de encontros internacionais que reunia, durante a semana do cinema novo cubano, trabalhos audiovisuais voltados para crianças .

Nesse encontro ouvi sobre o nosso trabalho o que JAMAIS vou esquecer: ao possibilitar que grupos se reúnam para produzir comunicação de forma coletiva e elas podem dizer o que sentem e pensam sobre assuntos de seu interesse, estamos contribuindo para a saúde mental dessas pessoas.

Desde então, nossa visão se ampliou... "Otras ventanas" se abriram e alargaram nosso entendimento sobre Educomunicação.

Muchas gracias, Pablito! 


Para saber mais sobre Pablo Ramos, leia
OCLACC y la comunicación latinoamericana de luto
Falleció el cineasta cubano Pablo Ramos



Nenhum comentário:

Postar um comentário