21 de julho é dia de Balaio Ameríndio na Casa Cala-boca já morreu

A 9ª edição do Balaio Ameríndio, uma realização do Instituto GENS de Educação e Cultura, acontece no dia 21 de julho, das 14 às 23h, na Casa Cala-boca já morreu. O Balaio Ameríndio é uma atividade cultural de sensibilização e valorização dos povos nativos e habitantes do continente americano. 

O Balaio é uma das ações do ECAL – Curso de Formação em Educação e Comunicação na América Latina, que tem como objetivo contribuir para o conhecimento e o debate sobre as questões que sustentam os modos como vemos e tratamos a nós mesmos como nativos e/ou habitantes do continente americano. O evento é destinado a apresentações de indivíduos e grupos especialmente envolvidos em ações culturais que resgatam as culturas tradicionais do continente americano.

Nesta próxima edição haverá feira solidária e prática de comércio justo, onde as pessoas podem fazer trocas de objetos; música italiana típica dos imigrantes do início do século 20; show de harpa; debate sobre a situação do Paraguai, entre outras atividades.


A entrada é franca


Texto de Graciela, publicada na RETS - Revista do Terceiro Setor


2 comentários:

  1. Estive presente aqui,
    Foi uma festa bacana
    E também testemunhei
    Muito esforço, muita gana,
    Donizete coordenou,
    E por isso não faltou
    Nem culinária baiana.

    ResponderExcluir
  2. Eu também marquei presença,
    Nesta festa de primeira
    E pude testemunhar
    Muita gente na fileira...
    Donizete coordenou,
    Acredite! Não faltou
    Nem culinária Mineira.

    ResponderExcluir