Diário de bordo!


O Projeto Cala-boca já morreu é corresponsável pelo Projeto Rádio Ambiente 21, em parceria com o SESC São Paulo. O objetivo da proposta é compreender as questões ambientais em sua dimensão socioambiental a partir da produção coletiva de rádio, nas unidades Consolação, Interlagos, Pompeia e Santo André.

O Projeto tem duração de seis meses, e prevê, além de oficinas de rádio, na perspectiva da educomunicação, a organização de um evento de juventude e meio ambiente, organizado pelos 80 participantes, e a cobertura radiofônica da Cúpula dos Povos, que aconteceu no Rio de Janeiro, em junho de 2012. Essa última contou com a participação de 15 adolescentes (sendo 3 de cada unidade, e 3 do Projeto Cala-boca já morreu), que apresentaram, ao vivo, programas na Rádio Cúpula dos Povos (a íntegra dos programas está disponível aqui). 
O relato abaixo é de Bárbara Miranda, 15 anos, que junto com Sofia Soares, 10, e Guilherme Silva, 16, representaram o Projeto Cala-boca já morreu na cobertura da RIO+20.


---

Quarta-feira, 20 de junho de 2012
Um dia inesquecível! Saí pela primeira vez do estado de São Paulo. Mal consegui dormir, os nervos estavam à flor da pele, a ansiedade crescia a cada minuto. Junto com um pessoal que eu já havia conhecido nos Encontrões do Projeto Rádio Ambiente 21, fui pro Rio de Janeiro fazer a cobertura de um grande evento: a Rio+20, Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável. Foram longas horas de viagem... Já perto do nosso destino, paramos para pegar a Cláudia, nossa guia carioca! Chegamos, conhecemos nossos quartos no SESC Copacabana e depois andamos pela Avenida Atlântica, sentido Forte de Copacabana. Estava programado para vermos a exposição Humanidade 2012, da artista Bia Lessa, mas a fila estava enorme!!! Voltamos para o hotel com os pés na areia. No hotel, fizemos uma rápida reunião e decidimos que quem quisesse podia ir à praia no dia seguinte das 7h às 8h, já que às 9h sairíamos para a Cúpula dos Povos.

Quinta-feira, 21 de junho de 2012
Acordamos cedo! Eu, Sofia, Isis e Pamela, particularmente, mais cedo que todos: fomos à praia! Corajosas... O dia não estava nem um pouco ensolarado, mas mesmo assim eu e a Sofia demos um mergulho de meia hora, pra dar tempo de tomar café. Nos encontramos numa sala do SESC para lembrarmos onde a gente ia: Cúpula dos Povos,  no Aterro do Flamengo. O que faríamos lá: conhecer o espaço e colher materiais para o programa.
Lá fomos nós. A Cúpula dos povos estava cheia! Nos dividimos em pequenos grupos. Andamos bastante, observamos, fizemos entrevistas em áudio e em vídeo, tiramos fotos, fizemos reflexões... Antes de ir pro almoço dei uma molhadinha nos pés na Praia do Aterro do Flamengo. Almoçamos num restaurante bem legal, lá no bairro do Catete. Depois de trabalhar bastante durante a manhã, fomos passear de bondinho! No caminho, a Cláudia ia contando a história de várias coisas que a gente via. O teleférico vai do Morro da Urca até o Pão de Açúcar. O dia estava nublado. Do Morro da Urca conseguimos apreciar a linda paisagem do Rio. Já do Pão de Açúcar, que é mais alto, não enxergamos nada! Me senti dentro das nuvens, literalmente! Uma pena, já que dizem que a vista é maravilhosa; Mas... fomos compensados com um domingo de sol no Corcovado! Mas disso eu falo mais pra frente. Voltamos pro hotel, fizemos a reunião, e fomos trabalhar! Cada grupo foi organizar o roteiro do bloco para o programa de rádio e editar as entrevistas para entrarem no ar.

Sexta-feira, 22 de junho
Sexta nem deu pra ir à praia. Fomos cedinho à Cúpula, para nos familiarizarmos com o espaço da rádio e amarrar os roteiros de cada bloco do programa. Entramos nos ar! Foi muito bom fazer rádio com uma galera olhando a gente do lado de fora, prestando atenção no que tínhamos a dizer! Depois do programa, fizemos uma grande roda, escutamos as considerações de cada um, e combinamos que cada grupinho se aprofundaria mais em um tema pro programa de sábado. Foram vários temas diferentes: uma galera foi entrevistar o pessoal que estava acampado num Campus da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro); um dos grupos entrevistou indígenas, e o outro foi procurar saber mais sobre fábricas que funcionam sem patrão. Eu, Guilherme, Sofia e Isis, tivemos uma tarde diferente. Nós quatro tínhamos credenciais reservadas para o evento oficial da Rio+20, a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável. A gente almoçou no Catete e pegou um táxi até a Barra da Tijuca, onde fica o Riocentro (o lugar lembra o espaço do Anhembi, em São Paulo). Atravessamos a cidade e chegamos ao nosso destino. Na entrada, um guarda nos disse que as credenciais só podiam ser retiradas até às 15h. Já eram 16h. Deu aquele apertinho no peito... Para não perdermos a viagem, entrevistamos o João Felipe Scarpelini, que trabalha na ONU com jovens e crianças! Aliás, foi ele que reservou nossas credenciais. Fizemos uma entrevista em áudio para usarmos no programa do sábado. Encontramos a turma e depois do jantar fizemos mais uma reunião. Refletimos sobre as atividades do dia, o que foi bom, o que não foi, e o que poderia ser melhorado... Cada um em seu grupo de pesquisa, foi editar os materiais colhidos naquela tarde e terminar o roteiro do próximo programa. Fomos dormir bem tarde, mas com a sensação de tarefa cumprida.


Sábado, 23 de junho de 2012
Quando chegamos na Cúpula, tivemos um tempo livre para passear por lá, mandei até um cartão postal pra minha mãe :) Entramos no ar, e foi um sucesso! Conseguimos desenrolar um programa bem legal que você pode ouvir clicando aqui!  (nesse link tem o programa da sexta-feira e sábado!).

A Cúpula já estava quase toda estava desmontada ao meio-dia. `A tarde fomos à praia e `a noite passeamos por uma feirinha de artesanato em Copacabana. Nos reunimos, como em todas as noites, e fizemos o combinado do próximo dia.


Domingo, 24 de junho de 2012
Fomos visitar o Cristo! Dia lindo de sol! Vista maravilhosa! Tiramos muitas fotos e na volta, tinha um grupo de samba no trenzinho do Corcovado, foi bem animado! Depois do almoço fomos pro centro da cidade, lugar onde a Cláudia, a guia, contou um monte de história legal. Cada prédio trazia junto uma curiosidade... Visitamos também o CCBB (Centro Cultural do Banco do Brasil), que estava com exposições bem legais! Depois visitamos a Lapa, tiramos fotos dos Arcos e da Escadaria Selarón, linda! Cansados, descansamos no hotel.


Segunda-feira, 25 de junho de 2012
Segunda, dia de trabalho pra muita gente, mais nós estávamos lá. No Rio de Janeiro, com um céu azul lindo, na praia de Copacabana, vida boa... Mas que acabou no mesmo dia. Às 10h voltamos para o hotel, arrumamos as malas e fomos almoçar. Depois, tchau, Rio!!! No ônibus, uns escreviam textos, outros faziam entrevistas, e alguns terminavam materiais que colhemos por lá. 


Estou com muita saudade do Rio de Janeiro! Saudade das pessoas que foram comigo também! Foi uma experiência incrível, uma oportunidade que nunca imaginei que pudesse chegar até mim. Acredito que não só pra mim, mais todos os outros 14 jovens que viajaram comigo, que devem ter aprendido bastante e visto coisas que, se não fosse esse projeto, nunca veriam. 


Obrigada ao Projeto Cala-boca já morreu e também ao SESC São Paulo.
Bárbara Miranda, 15 anos




Nenhum comentário:

Postar um comentário