Feliz ano novo!

Crianças, adolescentes e familiares que nos deram muitas alegrias no ano que passou
Amigos que estiveram conosco nas atividades que, com muito prazer, promovemos de janeiro a dezembro
Nossos parceiros e incentivadores de sempre
Que todos nós, em 2012, estejamos cada vez mais disponíveis para aprender o que necessitamos para sermos mais humanos e fraternos

Tempo Rei!
Oh Tempo Rei!
Oh Tempo Rei!
Transformai
As velhas formas do viver
Ensinai-me
Oh Pai!
O que eu, ainda não sei
Mãe Senhora do Perpétuo
Socorrei!...
(trecho de Tempo Rei, música de Gilberto Gil)

Um pouco de nossa história pela voz de Isis Lima Soares no TEDx Jovem

Mostra de vídeos no SESC Interlagos/SP - entrada gratuita

Os 20 adolescentes que participaram da Oficina Curta e Meio, criação e desenvolvimento do Projeto Cala-boca já morreu, neste dia 17 de dezembro, às 13 horas, realizam apresentação de suas produções ao público do SESC Interlagos.

A Mostra, sob curadoria dos próprios participantes da oficina, incluirá também produções dos adolescentes da Oficina FotoVídeo, realizada pelo GENS no SESC Pinheiros.

Aberta ao público em geral, o evento contará na plateia com crianças e adolescentes do Cala-boca já morreu.

CBJM participa de encontro de jovens comunicador@s em Brasília

De 07 a 09 de dezembro, em Brasília, cerca de 60 adolescentes e jovens de 22 Estados estiveram reunidos no III Encontro Nacional de Adolescentes e Jovens Comunicador@s. Com idade entre 15 e 29 anos, eles representaram organizações sociais que atuam na defesa dos direitos de crianças, adolescentes e jovens e pelo direito humano à comunicação no País. Essa é a descrição que a Viração, ONG de São Paulo, que trabalha com produção de mídia jovem, oferece sobre o encontro que organizou em parceria com a Rede de Adolescentes e Jovens Comunicadoras e Comunicadores.

O Projeto Cala-boca já morreu participou do encontro representado pelo Guilherme Silva, o Gui, de 16 anos, que junto com os outros adolescentes que frequentam a casa CBJM colocam no ar todo sábado um programa de rádio na nossa radioweb feito inteiramente por eles. Sendo assim, ele tem muito o que dizer sobre o assunto!


O objetivo do encontro foi possibilitar a troca entre esses jovens de diferentes cantos do Brasil, a fim de fortalecer uma rede de molecada que está envolvida com questões de comunicação. Nos três dias de evento os participantes discutiram esse tema pensando o direito humano à comunicação, uma agenda coletiva de ação e sua participação e a inclusão desse debate na II Conferência Nacional de Juventude que se inicia hoje, dia 9 de dezembro.

O Gui disse que aproveitou muito a experiência e que está produzindo uma série de textos pra publicar aqui.

Esperamos ansiosos por essas notícias!

Cala-boca já morreu no TEDx Jovem de dezembro

Neste domingo, dia 4 de dezembro de 2011, Isis Lima Soares participa do 1° bloco do TEDx Jovem, cujo tema é O QUE VOCÊ FAZ COM O QUE ESTÁ NA SUA FRENTE.

Nesse encontro, transmitido ao vivo pela internet, 20 palestrantes falam sobre o tema microrrevoluções e, como não poderia deixar de ser, Isis resolveu falar sobre o significado de comunicação realizada por criança no Projeto Cala-boca já morreu.

Cala-boca já morreu participa do "Diálogo aberto sobre Mídia e Infância"

No dia 26 de novembro, a convite da Escola Vivendo e Aprendendo, de Brasília, César de Lucca participou de uma mesa de debates tratando de produção coletiva de comunicação por crianças, na perspectiva que desenvolvemos no Projeto Cala-boca já morreu, ao lado do Instituto Alana que destacou a necessidade de controle sobre a publicidade que diretamente contribui para formar crianças para o consumo.

Os vídeos abaixo trazem um pouco do que César partilhou com professores e pais interessados em aprofundar a reflexão entre Criança e Mídia




Mais que um presente para a casa...



Nesse vídeo, a demonstração de que a meninada do CBJM entendeu o recado: "a nossa casa é onde a gente está", como diz Arnaldo Antunes

Rádio Cala-boca já morreu

No sábado, 12/11/11, a Rádio Cala-boca já morreu entrou no ar com 4 programas.

Pela manhã, os participantes do grupo de estudos da Faculdade Sumaré e do Lab_Arte FE-USP,  voltados para a Educomunicação e Formação de professores,  trataram da greve na USP

`A tarde, na 1ª parte do programa "As crianças falam no rádio", ouvimos uma conversa sobre tatu-bola e macaco. Na 2ª parte, o tema escola serviu para várias considerações interessantes.

O dia terminou com o grupo de adolescentes discutindo o que pensam e sentem sobre os temas vida/morte.

Você pode ouvir todos esses programas aqui embaixo.

Para ouvir todas as produções da Rádio Cala-boca já morreu basta clicar aqui


Programa "As crianças falam no rádio"

Parte 1 - tatu bola, macaco...

ou clique aqui
Parte 2 - escola...











ou clique aqui


Programa dos adolescentes
Tema: vida/morte...











ou clique aqui


Grupo de estudo "Educomunicação e Formação de Professores"
Tema: greve na USP

ou clique aqui

Terceiro Elemento: Fogo


Hoje é dia 25.11.11

Fogo, petróleo e ar

Hoje, no CBJM, conversamos sobre o elemento Fogo, mas dentro desse assunto veio o tema Petróleo e as energias renováveis e não-renováveis. Lemos uma lenda chamada Pandora, Minarã e o Fogo. O tópico: As principais fontes de energia. Textos retirados do livro "Fogo" Mudanças ambientais globais, pensar + agir.
Ficamos indignados com o problema das energias renováveis e não renováveis, já que usamos o petróleo em peso (energia não-renovável). Notamos que o Brasil tem estrutura para produzir energia renovável, mas não entendemos porque isso ainda não acontece. Podemos usar o lixo para produzir energia, poupando petróleo e consequentemente tirando uma grande quantidade de lixo dos aterros. A anos a população sabe da importância da reciclagem para o nosso planeta, mas não contribui com a melhora da situação. Então a reciclagem ajudaria a tirar lixo do planeta, e o lixo orgânico ajudaria gerar energia elétrica.

Bárbara Miranda, Jorge, Laúcia, Mylena, Maryana e Lúcia.

Continuaremos no próximos encontro do Terceiro Elemento: Fogo.

Segundo Elemento: Terra


Processo do Projeto - Quatro elementos na Baixada do Glicério

Hoje é dia 18/11/2011

Hoje no Cala-boca já morreu, continuamos com a discussão da semana passada sobre o projeto de video informativo. O tema foi poluição na terra; no texto que trouxemos descobrimos as causas da poluição como: lixo domésticos, eletrônicos, industriais, fertilizantes, detritos da criação de animais e pesticidas.
Assim como no texto anterior descobrimos novas palavras.
Deposição é um acúmulo de coisas desnecessárias, quase o mesmo significado de descarga, que é descartar o que não usamos mais como: pilhas, óleo de cozinha, eletro domésticos, madeiras , pneus etc...
Quando o lixo não é armazenado do jeito correto ele vai para aterros sanitários e a água da chuva leva os produtos tóxicos para o solo que entra em contato com a água que vai parar nos rios e lagos e acaba voltando pra nossa casa.

Pessoas presentes: Laúcia ,Mylena, Maryana , Laura, Julyana, Jorge, Jaqueline, Bárbara, Lúcia e João.

Primeiro elemento: Água


Processo do Projeto - Quatro elementos na Baixada do Glicério

Hoje é dia 11.11.11

Nós discutimos sobre elemento Água. A Bárbara trouxe uma pesquisa sobre o Rio Tamanduateí, que fica perto da nossa casa, a Baixada do Glicério; Próximo a Sé e a Liberdade - São Paulo.
Discutimos sobre o texto, e descobrimos novas palavras e na próxima semana discutiremos sobre novos elementos. Descobrimos também que Tamanduateí significa, em "tupi", rio de muitas voltas. Observamos no texto que algumas palavras eram difíceis de compreender o significados, como "hiatos", "sulcando", "pestilento" e etc.
Nós entendemos que antigamente o rio Tamanduateí era mais largo, mais as pessoas do poder (os ricos) construiriam avenidas, estações de trem e metrô, terminais e locais para moradia da população. Aqui atualmente está toltalmente poluído, e assim chega até o rio Tietê, degradando o mesmo.
O rio Tamanduateí nasce na Serra do Mar e desagua no Tietê.

Produzido por: Bárbara Miranda, Jaqueline Pereira, Laura Soares, Laúcia Almeida, Evellyn Freitas, Jorge Luís, Lúcia e João.

Cala-boca já morreu no TEDx Jovem de dezembro

Isis Lima Soares é uma das convidadas para contar sua história no TEDx Jovem que vai acontecer na UMAPAZ, no Parque do Ibirapuera.

Conheça um pouco do que será esse evento, acompanhando o bate papo conduzido por Maurício Curi com André Gravatá e Mariana Resegue, idealizadores do TEDx Jovem, e a convidada Isis, contando parte do que vai conversar pessoalmente, no próximo dia 4 de dezembro.

Coletiva de Imprensa - Conferência Tunza 2011

Gabrielle Pereira, 11, Kaique Fernandes, 14, Laúcia Almeida, 13 e Sofia Soares, 10, quatro integrantes do Projeto Cala-boca já morreu, participaram da Conferência Internacional TUNZA de Crianças e Jovens 2011, que aconteceu em Bandung, Indonésia, de 27 de setembro a 01 de outubro.

A Conferência, organizada pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente em parceria com o Governo da Indonésia, contou com 1400 participantes de mais de 100 países e discutiu os temas Economia Verde, Consumo Consciente e Florestas.

Os quatro compartilharam esta experiência e você está convidado a participar desse momento. Traga ouvidos atentos e a curiosidade das perguntas para saber mais sobre esse evento preparatório para a Rio+20 e sobre o país do lado de lá do mundo.

A conferência aconteceu dia 19/10/2011 e você pode ouvi-la na integra


ou clique aqui

R$ 0,01 é dinheiro!


14/10/11

Hoje nós conversamos sobre o absurdo de donos de estabelecimentos comerciais colocarem R$ 0,99 centavos nos preços dos produtos.

Por que eles não nos devolvem R$ 0,01 de troco?! Então por que existe a moeda de R$1 centavo? 

Outro absurdo cometido pelos comerciantes é colocar R$ 0,73 centavos nos preços dos produtos, se eles não vão devolver nem R$0,05 centavos. 

Imaginem quanto dinheiro fica acumulado só com as nossas moedinhas deixadas por lá!

Postagem de Jaqueline Pereira, Maryana, Laúcia Almeida e Bárbara Miranda.

Crianças e Adolescentes apresentam ideias para a Rio +20

"Segundo Mariana, uma das dificuldades encontradas para a efetiva participação das crianças foi o idioma, tendo em vista que todas as atividades eram em inglês, sem que houvesse tradução. 'Não foi uma dificuldade só nossa, percebemos que várias crianças também tiveram esse problema, afirma' A produção de vídeo foi uma forma encontrada pelos participantes da organização Cala-boca já morreu para superar essas dificuldades. Em três vídeos produzidos por eles, as crianças relatam a experiência e trocam informações sobre os temas da conferência."

Clique aqui para ler a matéria de Camila Maciel, jornalista da ADITAL - Agência de Informação Frei Tito para América Latina, sobre a Conferência TUNZA, que aconteceu na Indonéia, em setembro de 2011.

Compramos algumas mudas pra nossa horta!

Continuando a divulgação sobre a implantação da horta, no dia 15 de Setembro apresentamos o projeto ao grupo do Coral Acalanto, que se reúne todas as quintas-feiras, das 14h às 16h, na Casa Cala-boca já morreu.
Na semana do dia 22 de setembro eu, Cesar, Mariane, e Kz compramos as mudas de alecrim, alfazema, capim-cidreira, hortelã, manjericão e orégano para nossa horta, na loja Sabor de Fazenda, que fica na Vila Maria, Zona Norte de São Paulo.
Nos dias 29, 30 de setembro e 1º de outubro, apresentamos as ervas compradas ao grupos do Coral, da Oficina de Memória e aos grupos do sábado.
No grupo do Coral Acalanto e da Oficina de Memória, após a apresentação das ervas, realizamos um bate-papo e os participantes relataram que, através do contato com as ervas, relembraram momentos importantes do seu passado.
Surgiu também a ideia de fazermos um evento com todos os grupos da casa, e o grupo do Coral Acalanto cantaria músicas relacionado ao tema do evento.

Rádio Cala-boca já morreu

No sábado, dia 1º de outubro, além das conversas muito legais sobre línguas inventadas e coelho, a Rádio transmitiu os programas do Projeto Rádio-Escola, feitos inteiramente por crianças, estudantes do ensino fundamental do Município de Sorocaba/SP, de 2001 a 2004, pelo Instituto GENS.

Programa "Crianças falam no rádio"


ou clique aqui

Programa "SOS Adolescente e CAF"

ou clique aqui



Projeto Rádio-Escola - Sorocaba


ou clique aqui

Encontro do dia 01 outubro

Nesse dia, depois de muito conversamos, encontramos um assunto muito interessante para o programa de rádio que, desta vez, juntou os adolescentes Tauane, Caio e Guilherme, com a Cris e a Adriana: língua que a gente inventa como forma de ninguém se meter na conversa.

A Lídia, de 11 anos, que veio lá de Caieiras, convidada pela Thauane e pelo Davi, também participou do programa e mostrou como é a língua que a mãe dela aprendeu com sua vó e que é muito usada na comunicação da família.

Apesar da saudade do pessoal que foi para a Conferência Tunza, na Indonésia, tivemos um sábado bem legal.

Pra completar, comemos um bolo MUITO gostoso feito pela Adriana, acompanhado de parabéns para comemorar os aniversários da Cris e do Donizete, os aniversariantes do mês de setembro.

Cobertura da Conferência Internacional de Tunza por crianças e adolescentes

A Conferência Internacional de Tunza é um evento bienal organizado pelo PNUMA, Programa das Nações Unidas pelo Meio Ambiente junto ao governo da cidade que sedia o evento e reune crianças, adolescentes e jovens de dezenas de países para discutir questões relacionadas ao meio ambiente.

Neste ano de 2011 o evento aconteceu em Bandung, na Indonésia, reuniu 1400 pessoas de 150 países e teve como foco a preparação para a cúpula Rio+20, que acontece no Brasil, no ano que vem. Os temas discutidos durante o evento foram Economia verde, Consumo consciente e Florestas.

O Projeto Cala-boca já morreu teve a alegria de ser convidado para compor a delegação de crianças e adolescentes que representou o Brasil no evento. O grupo foi composto por Sofia Soares, Gabrielle Pereira, Laúcia Almeida e Kaique Fernandes, acompanhados de Mariana kz e Tiago Luna.

Durante o evento oferecemos uma oficina de vídeo que contou com a presença de crianças e adolescentes da Colombia, do Equador e da Bolívia. Juntos, fazendo um esforço para se entender nas diferentes línguas, eles realizaram produções que contam sobre os temas da conferência e sobre o que acharam do evento.

Assista e comente!





Produzindo vídeo em Bandung

Olá!

Diretamente da Conferência de Tunza, em Bandung, Indonésia seguem fotos do processo de produção de um vídeo que realizamos no dia 28/09 por aqui com os quatro participantes do Projeto e mais Mateos, da Bolívia e Alejandra, do Equador.

Foi a Gabrielle, 12, quem selecionou e legendou as fotos desse álbum.

Aguardem mais fotos aqui!

Acontecimentos na Indonesia

Estamos aqui na conferencia de tunza em Bandung - Indonesia. De manha, na abertura, o ministro do meio ambiente da indonesia, o vice presidente da indonesia, o diretor executivo do PNUMA (programa das nacoes unidas pelo meio ambiente) e o governador de bandung falaram sobre a importancia de ter um espaco para as criancas falarem sobre o meio ambiente e o diretor executivo do PNUMA citou o que conversamos no cbjm, que cuidar do meio ambiente nao 'e so nao jogar lixo no chao, mas cuidar do espaco onde estamos. A tarde falamos sobre economia verde, que 'e saber produzir sem prejudicar o meio ambiente. Depois disso tiveram algumas oficinas mas nos nao fizemos porque era em ingles e era meio dificil de entender.
No dia seguinte a Mariana Kz e o Tiago ficaram separados da gente e nos fomos para o auditorio assistir ao painel. O assunto era consumo consiente. La n'os encontramos criancas do Equador e como o painel era em ingles nos ficamos a maior parte do tempo conversando com eles. Algumas criancas participantes do evento falaram sobre o projeto de que participam e o que fazem para nao consumir inconscientemente. De tarde, ao inves de fazer a oficina, nos fizemos um video com a Maria Alexandra do Equador e com o Mateus da Bolivia. Fizemos um video mostrando que andar de bicicleta nao polui tanto quanto andar de carro, onibus e moto e depois nos fizemos uma roda de conversa para falar mais sobre o assunto. Foi muito bom!


Sofia
*estamos sem acentos aqui, desculpas

nossa viagem.

Oi neste momento estou na Indonesia escrevendo para totos voces. Hoje e uma quarta feira 28 de setembro.

Bem, aquiii e SUPER LEGAL estou me divertindo muito com a Sofia, Gabi, Tiago, Mariana e Kaique. Vou falar um pouco sobre a nossa viagem, uma das dificuldades que tivemos no aviao foi de se comunicar com as aeromocas que falavam ingles. A Mari e o Thiago sempre estavam presentes, mas mesmo com um pouco de dificuldade nos tentamos conversar com as aeromocas e conseguimos. Ficamos amigos deles e cada um ganhou um baralho do aviao. A comida do aviao no primeiro lanche tava bem brasileira: pao com mantega, geleia de morango, suco de laranja e Croassant, porem quando chegou a comida mudou um pouco: eles misturam sal e acucar.

Chegando em Dubai andamos um pouco pelo aeroporto que parecia um shopping ,chegamos la 11:30/00:00 no horario local ,para sair 04:00 da manha, entao tivemos bastante tempo pra andar . So que estavamos cansados da viagem de 14 horas no aviao, e ficamos descansando um pouco ate sermos chamados para embarcar, enfim chegamos na Indonesia- Jakarta as 17:00.
Tinha uma mulher esperando a gente, ela nos levou para uma lanchonete para comermos, ( tudo era pago pelo evento). Pegamos o onibus para Bandung e chegamos 23:30. A viagem mais cansativa que tivemos. Chegando no hotel tomamos banho e dormimos .

*estamos sem acento por aqui .
ass: Laucia

As Dificudades de Adaptacao com o Ingles e com o Indonesio

OI

Estamos aqui na conferencia sobre o meio ambiente na Indonesia, e hoje estou aqui para falar sobre algumas dificuldades que estamos tendo ao participar de paineis do evento sobre o meio ambiente. Mesmo com as nossas dificuldades esta sendo muito legal estar participando de uma conferencia tao importante para o nosso mundo, e estar representando nosso pais que 'e muita responsabilidades mas que estou me esforcando para representa-lo com muita seriedades e um pouco de alegria com o nosso jeitinho Brasileiro.
Como eu disse no paragrafo acima estamos tendo algumas dificudades a entender o ingles e a lingua local que 'e o Indonesio, mas quando nos comunicamos com pessoas que falam em espanhol fica muito mais facil, mas pelo fato da maioria dos paineis serem em ingles, temos muitas dificuldades de entender e comentar o assunto.
A Mariana e o Tiago traduzem para nos o que os palestrantes estao falando, mas mesmo com todo o apoio que eles estao nos proporcionando, temos muita dificuldade por que isso acaba se tornando muito cansativo para todos de nosso grupo, e por isso estamos tentando achar algumas oficinas em espanhol, mas tivemos muitas dificudades porque a lingua favorecida aqui e o ingles.
Ontem dia 27 de setembro as 14:00 da Indonesia fizemos um video que falava como podemos melhorar o nosso ar que se chamou CONTRA CONTAMINACAO. Esse video foi feito com duas pessoas de paises diferentes do nosso, uma do equador e outra da bolivia, que foi muito interessante pois todos do grupo pensaram que iamos ter muita dificuldade em se comunicar, pelo fato de sermos de linguas distintas, mas nos surpreendemos com nos mesmos pelo fato que tivemos muita facilidade em conversar com eles.
Apesar de nossas dificuldades com o entendimento do ingles e do indonesio a gente faz um esforco para conversar com pessoas de outra lingua perguntando seu nome e da onde ela vem (em ingles) e ao decorrer da conversa nos comunicamos atraves de gestos pois aqui quem nao sabe ingles e nem mimica fica muito dificil de falar com as pessoas de outros paises.


Kaique

*estamos sem acento por aqui, desculpas.

Cala-boca já morreu participa da Conferência de Tunza, na Indonésia


Boa notícia:

De 27 de setembro a 1 de outubro, a convite do governo da Indonésia e da ONU - Organização das Nações Unidas, o Projeto Cala-boca já morreu participa da Conferência de Tunza, evento internacional que reunirá aproximadamente 1400 crianças e adolescentes, de mais de 100 países, para discutir questões ambientais em Bandung, na Indonésia.

Essa Conferência é preparatória para a Rio+20, Conferência Internacional que acontecerá no Brasil, em 2012.

Gabi (11 anos), Laúcia (13 anos), Sofia (10 anos) e Kaique (14 anos), acompanhados de Mariana Kz e do Tiago (que compõem o grupo gestor), saem do Brasil na madrugada do próximo domingo e regressam no dia 4 de outubro.

Estamos felizes!
Bom, eu sou a Mylena do grupo do Glicério...

Quarta feira estava presente eu a Laura, Julyana e a Jaqueline. Nesse dia ficamos sabendo que a Laúcia iriá para a Indonésia com mais três pessoas entre elas adolescentes e crianças, representando o grupo todo, claro que a notícia foi pega de surpresa, imagine a correria que foi para juntar toda as papeladas até o domingo #que sufoco.
Mais ficamos muito feliz pois o cala- boca ser convidado par um evento desses é muito importante. Que dê tudo creto #edará. E para o grupinho que vai representar todos nós:
- representem muito bem o Cala-Boca

BOA SORTE!

Mylena, 13 anos.

Rádio Cala-boca já morreu - 17/09/2011

Comunicação é um direito de TOD@S
Precisamos aprender a dizer o que pensamos e sentimos de um jeito próprio,  com nossas palavras próprias, sem texto decorado.
Precisamos entender também que o rádio é um meio que pode fazer a gente escutar mais o que sai de nossas bocas.
O que você vai ouvir nos 3 programas do dia 17 de setembro/2011 é mais um desses exercícios:

Programa As crianças falam no rádio, com o tema aranhas.


ou clique aqui

Programa SOS Adolescentes, que abordou o tema infância,



ou clique aqui


Programa CAF - o grupo de formação de professoras em educomunicação conversou com Donizete Soares, responsável pelo Instituto Gens e um dos responsáveis pelo Projeto Cala-boca já morreu, sobre algumas das atividades que as instituições realizam na Casa Cala-boca já morreu.


ou clique aqui



Para ouvir todos os programas da Ràdio Cala-boca já morreu clique aqui

CEU Jaguaré

Luiz e Filipe retornaram e, no dia 17 de setembro, resolveram fazer um vídeo para saber a origem dos funcionários que trabalham no CEU Jaguaré. Por que saíram de suas cidades para trabalhar e viver em São Paulo, como era a cidade de onde vieram, se sentiam saudade de seus familiares que ficaram por lá foram algumas das questões que fizeram acontecer uma conversa muito bacana.



Fazer esse vídeo permitiu entender muita coisa para esses dois meninos: muitos desses trabalhadores não queriam sair de suas cidades, contudo, saíram porque onde moravam não havia oportunidade de auto sustento,; que o bairro do Jaguaré é formado por pessoas de muitas regiões do Brasil, como o Nordeste, Sul e Interior de São Paulo.

Assim, o que mais destaco deste dia de oficina é que fazer vídeo pode permitir relembrar e recuperar a própria história - uma das coisas mais importantes para nós que entendemos Educomunicação como sinônimo de intervenção social.
Jefferson

Rádio Cala-boca já morreu

No sábado, dia 10 de setembro, foi ao ar mais uma edição da programação da Rádio Cala-boca já morreu.

O grupo de crianças e grupo de  formação em educomunicação entrevistaram César e Mariane, responsáveis pelo minhocário e pela horta da Casa Cala-boca já morreu. O grupo de adolescentes conversou sobre músicas que ouviam na infância e agora que são maiores e os sentimentos que elas geram.
Ouça aqui esses 3 programas, ou clique na aba Rádio Cala-boca já morreu e encontre todas as produções da rádio.


Programa do grupo de crianças 


ou clique aqui

Programa do grupo de adolescentes


ou clique aqui

Programa do grupo de formação de professoras em educomunicação


ou clique aqui

Amanhã tem mais!
A Rádio Cala-boca já morreu está no ar todos os sábados, das 16h às 17h.

Deixe seus comentários e recados aqui no blog para serem lidos ao vivo!

Grupo de Estudos Educomunicação e Formação de Professores

No dia 10, sábado pela manhã, a casa Cala-boca já morreu novamente recebeu Cristina e Francisca, participantes do GEP - Grupo de Educomunicação e Formação de Professores, da Faculdade Sumaré, Gabriela e Kadyne do Núcleo de Educomunicação do Lab_Arte da Faculdade de Educação da USP, e a jornalista Camila Doretto.
Nosso compromisso é possibilitar a esse grupo a continuidade de formação teórico-prática em produção coletiva de comunicação, na perspectiva da Educomunicação, iniciada em 2010.

Entrevista sobre a horta e minhocário

Hoje, sábado dia 10 de setembro, eu e César fomos entrevistados na Rádio Cala-boca já morreu pelo grupo das crianças e das professoras. Conversamos sobre a horta que vamos fazer aqui na casa, o motivo de sua implantação e as ervas que serão utilizadas (manjericão, alecrim, orégano entre outras).

Ouça aqui:



ou clique aqui


ou clique aqui

Sobre o minhocário conversamos sobre sua importância, sua a estrutura  e sobre a "festa da minhoca", que acontecerá em novembro.
Ah! Ontem, sexta-feira, apresentamos a importância do minhocário também para os idosos da Oficina de memória.
Semana que vem, compraremos as ervas e prepararemos a terra do conteiro.

Mariane

Oficina de vídeo no CEU Jaguaré

A oficina que acontece aos sábados, das 11 às 14 horas, mais uma vez foi bem bacana no dia 3 de setembro: Luiz, 12 anos, e Geovani, 10 anos, ambos estudantes do ensino fundamemental, nunca haviam participado de uma oficina de produção coletiva de comunicação.


Eles disseram que gostaram bastante pois encontraram um espaço para publicar realmente aquilo que sentem e pensam.

Chama muito a nossa atenção o fato dessas crianças se envolverem tão intensamente com a proposta. Provavelmente, isso aconteça porque estão em um ponto de suas vidas em que estão muito abertas para aprender. Tudo consideram interessante.

Nesse clima surgiu mais um vídeo deste grupo. Movidos pela curiosidade, pesquisaram na internet sobre algo que chamaram, inicialmente, de "saúdavel".

Ninguém definiu ou mandou que eles pesquisassem sobre este assunto. A motivação e o desejo de saber surgiu em meio ao interesse e envolvimento depois de levantarem muitas outras possibilidades.
É neste contexto que convidamos você leitor para assistir este vídeo curtinho nas sua duração, mas denso no que diz respeito ao como foi feito.

Mais uma vez, para nós que nos responsabilizamos pela condução desse tipo de trabalho, fica evidente que o processo é muito mais rico que o produto e que este vai se aprimorando à medida que os participantes se dispuserem a vivenciar novas oportunidades de produção coletiva de comunicação.
Abraços e até a próxima

Jefferson Santana



Rádio Cala-boca já morreu

Neste sábado, dia 03 de setembro, foi ao ar mais uma edição da programação da Rádio Cala-boca já morreu.

O grupo de crianças falou sobre tipo de músicas que gostam e o que sabem fazer, o grupo de adolescentes conversou sobre sonhos e seus significados e o grupo de pedagogas em formação em educomunicação falou sobre a dificuldade de se expressar.

Ouça os programas dessa semana, ou clique na aba Rádio Cala-boca já morreu e encontre todas as produções da rádio.


Programa do grupo de crianças:



ou clique aqui


Programa do grupo de adolescentes:


ou clique aqui


Programa do grupo de formação de professoras em educomunicação:


ou clique aqui



Sábado que vem tem mais!

Olha a nossa horta aí começando!!

Oi pessoal!!

Hoje (02/09) fizemos a apresentação sobre o projeto da nossa horta para os idosos participantes do Grupo de Memória, que se reúne, toda sexta-feira, aqui na Casa Cala-boca já morreu.

Convidamos o grupo a participar da implantação da nossa horta comunitária que prduzirá ervas para chás e temperos para consumirmos.

Com a conversa alguns participantes do Grupo da Memória se dispuseram a ajudar, com vazos e mudas de alfazema e pimenta.

Nosso próximo encontro com esse grupo será dia 09 de setembro quando conversaremos sobre o minhocário.

Amanhã, sábado, dia 03, faremos a apresentação do projeto da horta para os grupos de crianças, adolescentes e futuras professoras. E no dia 15 de setembro apresentaremos o projeto para o pessoal do Coral Acalanto, outro grupo de idosos que também faz parte da programação semanal da Casa Cala-boca já morreu.

Em breve mais informações.

Mariane e César

Grupo1 CBJM Glicério


Oi!!!!!!!!

Já faz tempo que o grupo daqui não se encontra por inteiro. Hoje, a Stheffany foi a única que saiu de casa nesse frio.  Mas, fizemos tudo como se o grupo tivesse por inteiro.

Começamos recordando que, no mês de junho conversamos com o grupo sobre festa junina e quanto essa conversa que foi muito curiosa. Entre tantas perguntas daquele dia, surgiu uma: qual a origem da Festa Junina?

Lembramos que, entre tantas curiosidades,  a que chamou mais a atenção das crianças foi a que  explicava que a festa junina no nordeste surgiu como comemoração da colheita de feijão e milho.

Fizeram várias perguntas sobre como nascem as plantas. E como todos queriam ver como se plantava feijão, pegamos um copo algodão e cada um plantou o seu grãozinho.

Pois bem: o feijão já está  bem grande e precisa ir para um local com terra, como a Stheffany pôde ver.

Agora é só esperar para ver se eles aguentam o clima numa varanda...Olha que foi difícil fazer com que ele não morresse até agora. 

Agora vamos esperar o saco de feijão que, segundo o João diz , eu vou colher com as crianças.

No final desse encontro, a Stheffany  foi pro computador e mesmo catando milho, como diz uma amiga minha, a Grácia,  escreveu a postagem aí debaixo pra vocês.

Bem é isso.

Lúcia.

Grupo 1 Glicério

Oi meu nome é Stheffany nós plantamos feijão na terra. E escrever no computador.
Beijos!

Programa de rádio 27 de agosto

Neste sábado, dia 27 de agosto, foi ao ar mais uma edição da programação da Rádio Cala-boca já morreu.

O programa das crianças foi sobre coisas que eles gostam de fazer, o das pedagogas foi sobre a real preparação que um curso de graduação oferece, e o programa dos adolescentes falou da "guerra dos sexos" entre eles.

Escute os programas aqui!

Grupo das Crianças


Grupo dos adolescentes


Grupo de formação de professoras em educomunicação



Até sábado que vem!

Fotos do processo

8º Seminário Rumos da Educomunicação no Brasil

No dia 24 de agosto de 2011, aconteceu na casa Cala-boca já morreu o 8º Seminário Rumos da Educomunicação no Brasil. Na semana de comemoração dos 16 anos do Projeto Cala-boca já morreu, o Seminário abordou a história do projeto, de seus responsáveis e conversou sobre o conceito de educomunicação de que se vale em suas práticas.

Você pode ouvir o seminário na integra:

Parte 1


Parte 2


Para saber mais informações sobre os Seminários e se inscrever para o próximo, basta entrar no site: www.educomunicacao.org.br/seminario

Grupo 1 Glicério

Olá pessoal como vai Agente fez video com Laúcia, Lúcia, Stheffany e Aline . Mexemos na câmera de video e fotografica.

Ass: Stheffany

Mexi na câmera e brincamos.

Ass: Aline

Oi meu nome é Laúcia e eu vou contar um pouco do que fizemos hoje dia 26/08/2011 uma sexta feira, começamos o dia normal brincando mas a programação mudou um pouco, por que meu pai tava começando a fazer um bolo e pediu pra gente ajuda a fazer , assim nós aprendemos a fazer um bolo de fuba bem gostoso pra comermos , só que não ia dar tempo de comer hoje, então enquanto o bolo tava no forno, fomos para a roda de conversa decidir o que agente ia fazer, combinamos que iriamos fazer um a animação com a câmera de vídeo só que a Stheffany e a Aline não sabiam usar a câmera direito então, pra fazer uma coisa bem feita, eu e minha mãe resolvemos ensinar elas mexer na câmera. Bem esse foi o nosso dia de hoje, bom final de semana pra vocês.


Vem aí a nossa Horta !

Oi Pessoal,
É a primeira postagem minha aqui no blog.
Convido vocês para participarem da implantação da nossa horta comunitária aqui na Casa.
Isso mesmo, teremos uma horta com ervas para chás e temperos.
Aguardo a presença de vocês.

Mariane Beger

Festa no Cala-boca já morreu

Hoje, dia 20 de agosto de 2011, o Projeto Cala-boca já morreu comemora 16 anos e estamos fazendo uma grande festa aqui na casa.
Na rádio todos os grupos estão participando inclusive o grupo 1 do Glicério.
Acompanhe a festa pelas fotos e o programa de rádio pelo link aí do lado direito
Estamos aguardando você aqui para comemorar juntamente esta festa.

Rádio Cala-boca já morreu



Nos programas do dia 13 de agosto, as crianças escolheram falar sobre assuntos ligados à escola e diversão, os adolescentes sobre gírias de São Paulo, e o grupo de formação de professores sobre estudar fora da "idade certa".


O que está rolando agora?

Os três grupos estão definindo a pauta do 1º programa que vão apresentar já-já.

Muito bonito o exercício que começa com uma pergunta muito simples: sobre quê você quer falar no programa?

Belezura de aprendizado!

Estreia hoje, às 16 horas, a Radio web Cala-boca já morreu!

Microfones estão sendo testados...

Nossa rádio volta ao ar, com força total.

Crianças, adolescentes e futuras professoras começam a exercitar o direito à comunicação, produzindo comunicação de verdade: que entra em sintonia com um público que os acompanha a distância

Acompanhe. Prestigie. Comente.

Isso, seguramente, contribuirá para o fortalecimento de cada um que aqui se encontra

Não fui ao cbjm no sábado...

Nesse sábado eu não pude ir ao cbjm, porque eu tinha feito uma cirurgia e estava me recuperando... Foi muito chato, queria ter visto como é fazer rádio e além disso comer a comida feita pelos adolescentes ( que pelo o que me falaram estava muito boa!) Espero poder ir no próximo encontro porque gosto muito de ir ao cbjm, que é um lugar onde posso brincar e fazer vídeo!

Sofia, 10 anos

Comemorações!!!

Hoje, dia 16 de julho, decidimos comemorar os aniversários de quatro participantes: a Sofia e a Gabrielle, integrantes do grupo 3, das crianças, o Juninho do grupo 4, dos adolescentes, e a Adriana do grupo 5, das futuras professoras.

Tivemos doces e salgados. Foi uma delícia!

Ah! uma novidade:a Laúcia, do grupo 1 (Glicério), passou a vir também no grupo 4 (dos adolescentes) e o Thiago chegou para o grupo 3 das crianças.

Depois das velinhas apagadas, todos os grupos produziram vídeo.

O parque da aréa verde

sábado dia 9 de julho não teve cbjm por causa do feriado pedi para minha mãe me levar ao parque da aréa verde que fica em pirituba onde eu moro .
Chegando lá fizemos um roteiro, para organizar o que iria fazer;
Roteiro 1-apresentar o parque
2-tirar foto do parque
3-fazer video
4-comer
5-brincar muito.
cumprimos o roteiro até o 3 fizemos o 4 e 5 um dia depois,
Isabel 7 anos
OBS : fotos tiradas por Gabi 11 anos e eu Isa 7 anos .

Grupo 1- CBJM Glicério

Significado da festa junina

hoje nós fizemos plantação de feijão e falamos de planta de milho e feijão. A Lucía esplicou pra nós de tudo isso.

Gilvan, Madalena,Stheffany

....

Hoje é dia 06/07/2011 dia de quarta feira , começamos o Cala-Boca já morreu como sempre com as brincadeiras em seguida fomos para a roda de conversa , o Gilvan estava ainda com o bigode da festa junina, dai começo a conversa sobre o assunto , eles comentaram que as mães não puderam ver a dança deles , minha mãe colocou na net porque ninguém soube falar direito o significado da festa junina lemos dois sites e começamos a conversa sobre o que lemos, até que chegamos no ponto da colheita então decidimos plantar num copo descartavel com algodão e feijão molhamos e cada um levou para casa o seu, vamos esperar o feijão crescer para comer um belo prato de comida com eles.
assinado: Laúcia, 13 anos

Grupo 03, 04 e 05

No encontro do dia 02 de julho tivemos a presença de duas pessoas novas: Danilo, de 13 anos,  e Nivaldo, 15 anos.

Todos os grupos produziram um vídeo do tipo animação, pensando: " em que momento usam  animação na televisão?"
Eis que a animação fez sentido: ela pode ser a abertura de um programa ou  a separação de blocos...
Animação é muito legal de se fazer, mas o mais interessante e rico nisso tudo é o jeito de fazer

Estamos todos ansiosos para ver o resultado final desse processo.

Cala-boca já morreu participa do Programa "Vamos cuidar de Laranjal"



Com alegria, mais uma vez, pudemos contribuir para as questões ligadas ao Meio Ambiente, tema com o qual estamos envolvidos desde 1996, quando apresentávamos programa ao vivo, na Rádio Cidadã - emissora comunitária do Butantã/SP.





Desta vez, contribuímos para dar continuidade à proposta das Conferências Nacionais Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente, promovidas pelo MEC e MMA, de envolver escolas brasileiras para "Cuidar do Brasil" , no município de Laranjal Paulista/SP, onde, desde 2010 vem desenvolvendo o Programa "Vamos cuidar de Laranjal".
Parceria entre a UFSCAR- campus Sorocaba e as Secretarias de Cultura e de Educação de Laranjal, estudantes e professores de escolas municipais, estaduais e particulares participam de Oficinões de formação.
Os vídeos que você assiste nesta postagem resultam da oficina de produção coletiva de comunicação, na perspectiva da Educomunicação, que realizamos no dia 18 de junho de 2011.


Dia 18 de junho na casa Cala-boca já morreu

Hoje temos novos integrantes nos grupos 3, 4 e 5:
  • Grupo 3: David, de 5 anos
  • Grupo 4: Tauane, de 12 anos, e Kaique, de 14 anos;
  • Grupo 5 : Francisca, aluna de Pedagogia da Faculdade Sumaré
Cada grupo fará um vídeo de animação.
Mão na massa, pessoal.
Ah! hoje teremos macarrão com linguiça...

Grupo 1 - cine cala-boca já morreu


Na sexta- feira (10/06) estava tão frio que eu tinha preguiça de levantar da cama para ir para rádio! Eu queria ficar em casa assistindo um filme e comendo pipoca ! Acabei criando coragem e fui para a casa da Lúcia. Quando cheguei lá estava tudo escuro e as crianças ( Madalena, Gilvan e Aline) Estavam no sofá assistindo o filme Enrolados, a Lúcia e a Laúcia Estavam deitadas no chão. Já estava na metade do filme eu nem me importei já tinha assistido aquele filme no cinema em 3D! #amei.
Na verdade era para agente ter assistido " As viagens de Guliver" pois semana retrasada nós começamos assisti-lo e não terminamos, mas tudo bem! ( Agente não viu o final do filme "As viagens de Guliver" por que não encontramos o seu dvd) Eu também já assistir esse filme no cinema!\0/
A Maryana ( minha irmã) finalmente foi, desde que o ano começou ela só foi duas vezes!
O nosso dia foi desse jeito:

* Assistimos o filme "Enrolados"
* Lanchamos
* Comentamos o filme
* Escolhemos a foto para públicar no blog.

Eu não digitei o nome da Julyana, mas ela estava lá!

Mylena 13 anos.

Grupo 1 - sessão de filme: "Enrolados"



















10.06.11
Semana passada nos combinamos de ver um vídeo. Porém nessa quanta-feira tive um compromisso e não deu para estar em casa no horário em que a gente se encontra. Mas, o encontro não deixou de acontecer, pois como sempre das 18:30 às 19:00 horas, as meninas e o único menino do grupo bateram na nossa porta.
A minha pequena Laúcia, junto com o pai(João Almeida) deram conta, não dispensaram ninguém e deram continuidade ao que o grupo queria: assistir um filme juntos. Só que "As viagens de Guliver", o vídeo que eles estavam assistindo na semana anterior, nós emprestamos para alguém que não devolveu na data combinada. Então eles resolveram assistir "Enrolados". Como o horário era curto, terminamos de ver esse filme hoje, sexta-feira, o que foi muito legal.
Apesar de ser um desenho de princesa, deu para conversar sobre muita coisa: o fato da bruxa ter cortado o cabelo dela,ter ficado presa na torre, pisado na grama pela primeira vez...Falamos sobre os traços dos desenhos, os contatos entre as pessoas, os balões de luz, o José contando o cabelo da Rapunzel...como ela descobriu a verdade da mãe que a sequestrou, a BRUXA...e, principalmente,como ela estava alienada da vida fora de sua torre!...

Foi uma conversa bem bacaninha, tanto que passamos da hora de irem embora.
Essa é a minha versão. Agora quero ver a de vocês garotinhas que estiveram em casa.
Lúcia

Seminários de Educomunicação. Convidado: Vitor Massao

No dia 27 de maio de 2011 o Instituto GENS e o Projeto Cala-boca já morreu realizaram a 5a edição dos Seminários de Educomunicação, que tem por objetivo contribuir com a compreensão desse campo, esclarescendo o compromisso, os propósitos e os interesses dos responsáveis pelos diersos grupos que realizam trabalhos nessa área.

Nessa edição o tema discutido foi Educomunicação e Design, com a participação de Vitor Massao, grande amigo, que contou sobre sua trajetória na área do design, como e porquê desistiu do trabalho numa empresa e iniciou um bonito caminho pela área da educação, promovendo processos coletivos de criação em design. Ele conta das técnicas que já utilizou, de suas motivações, dos acontecimentos que marcaram as mudanças em sua trajetória, como aplica ou entende os pressupostos do design na perspectiva da educomunicação, relata experiências com grupos, fala sobre o processo criativo coletivo, enfim. Está bastante rico esse seminário.

Foram três horas de relato, conversa e muitas perguntas pelos participantes presenciais e virtuais no dia 27. Dividimos em vídeos de 10 minutos a conversa toda para que você pudesse assistir com maior facilidade. Abaixo os vídeos estão linkados e vão iniciar um após o outro. Deixe algum comentário, pergunta para o Massao ou sugestões sobre a transmissão.

Os Seminários de Educomunicação acontecem mensalmente na Casa Cala-boca já morreu e são transmitidos ao vivo aqui.

Bom Seminário!

Encontro 04/06 - mais dois grupos no Cala-boca já morreu

A partir de hoje, juntos, na mesma casa e no mesmo horário, agora temos o grupo 3, das crianças, e mais estes:
- Grupo 4 - Educomunicação e formação de professores
- Grupo 5 - Adolescentes

Todos definem seus roteiros de acordo com suas especificidades,  comem juntos, produzem comunicação e partilham suas produções, numa MOSTRA, ao final do dia.

Nas fotos tiradas pela Adriana, Cris e também pelo Guilherme, em seu 1º dia no grupo 5, dá pra saber um pouco das belezuras que aconteceram na casa

Install Fest na Casa Cala-boca já morreu dia 11/06

Você sabe a diferença entre software livre e software proprietário? Você sabia que no preço que você pagou pelo seu computador está embutido o valor do Windows, que é um software proprietário? Você sabia que softwares livres são gratuitos e muito mais seguros contra vírus?

São muitos os pontos a conhecer e considerar pra escolher que tipo de programa e sistema operacional você vai usar. Aliás, você sabe o que é o sistema operacional de um computador?

No próximo sábado, dia 11 o Cala-boca já morreu vai sediar um Install Fest, uma festa de instalação de software livre, no caso, o Linux. A festa vai contar com a participação de gente entendida no assunto que vai estar à disposição de quem quiser entender o que é software livre, o que significa optar pelo uso de software livre e, claro, instalar software livre nos computadores de quem estiver interessado.

Além disso, às 15h vai acontecer uma oficina de Kadenlive, um programa livre para edição de vídeo.

Venha entender mais sobre esse assunto e traga seu computador de mesa ou notebook para instalar o Ubuntu, uma versão amigável do Linux, que substitui o Windows.

Durante todo o dia estaremos também no facebook tirando dúvidas e orientando os usuários que não puderem comparecer em nossa casa.

Tod@s são bem vindos!