Estudantes falam de temas que fazem parte do Currículo e das Práticas Escolares




“A criança tem direito à liberdade de expressão. Este direito compreende a liberdade de procurar, receber e expandir informações e ideias de toda a espécie, sem considerações de fronteiras, sob forma oral, escrita, impressa ou artística ou por qualquer outro meio à escolha da criança.” - Artigo 13º – Convenção sobre os direitos da criança.

No dia 4 de outubro, realizamos uma nova oficina de "escuta direta" de crianças e adolescentes, todos estudantes que participam do Grêmio de escolas de Ensino Fundamental II e Médio, sobre temas relacionados a Currículo e Práticas Escolares, durante o V Fórum Infanto-Juvenil de Bauru, como parte da SEMB 2017 - Semana da Educação Municipal de Bauru, no Sesc Bauru.

Mediadores: Grácia Lopes Lima, Jefferson Sousa Santana, Maria Fernanda Portolani, Mariana Kz, Milena Klinke

 “A criança e o adolescente têm direito à educação, visando ao pleno desenvolvimento de sua pessoa, preparo para o exercício da cidadania e qualificação para o trabalho, assegurando-se-lhes:
I - igualdade de condições para o acesso e permanência na escola;
II - direito de ser respeitado por seus educadores;
III - direito de contestar critérios avaliativos, podendo recorrer às instâncias escolares superiores;
IV - direito de organização e participação em entidades estudantis  - Estatuto da Criança e do Adolescente

Para ouvir todos os programas, resultado de produções coletivas, na perspectiva da Educomunicação, acesse https://radioteca.net/audioseries/v-forum-infanto-juvenil-baurusp/

V Fórum Infanto-Juvenil de Bauru - SP


Pautados pelo direito à comunicação e pela necessidade de envolver jovens em idade de formação para participar ativamente nos rumos da Educação, o Projeto Cala-boca já morreu, instituição com 22 anos de atuação na área da Educomunicação, realizou uma Oficina de produção coletiva de comunicação em rádio, sobre o tema “Currículo e práticas escolares”, durante o V Fórum Infanto-Juvenil promovido pela Secretaria Municipal de Bauru, no dia 4 de outubro/2017.
Nosso carinho e gratidão ao CCI Benedito Vital de Figueiredo com quem partilhamos, desde 2010, a casa onde estamos, promovendo encontros que reúnem crianças, adolescentes, jovens e adultos das mais diferentes realidades.

Ações de apoio mútuo


Ao contrário do que insiste em querer provar a grande mídia, o mundo é muito mais bom que ruim. Há muito mais pessoas generosas que destruidoras umas das outras...Não fosse assim, a humanidade já teria sucumbido há muito tempo...

Movidos por essa convicção, registramos neste nosso "diário" mais um momento marcado pela disposição de grupos se reunirem e planejarem ações de fortalecimento.
No sábado de 11 de março/2017, no CCI, casa compartilhada conosco, dos Projetos Cala-boca já morreu e Trecho 2.8, aconteceu a 1ª reunião do Lab_Arte, da Faculdade de Educação da USP, um dos parceiros de todos os nossos trabalhos voltados para a formação de profissionais interessados em educação não formal.
Na pauta, a decisão de curtir e compartilhar, em nome do Lab_Arte, todos os posts do facebook ligados aos eventos da atualidade, em defesa de direitos humanos.

Feliz 2017 para todos nós!

O CCI Benedito Vital de Figueiredo é um Centro de Convivência do idoso que entende que é preciso - e POSSÍVEL, juntar pessoas e grupos diferentes para fazer uso do mesmo espaço, de forma criativa, respeitosa e solidária. Isso explica porque estamos cuidando dessa casa para que ela fique cada vez mais bonita e acolhedora.

Além de nós, nesse pequeno oásis da Rua Henrique Schaumann, encontram-se também o Projeto  Trecho 2.8 - criação e pesquisa em comunicação e a Oficina de bordado "Fios e Tramas".

E tem mais: todas as atividades que aqui desenvolvemos servem de estágio a alunos de licenciatura da Faculdade de Educação da USP, interessados em Educação não formal (aquela que acontece fora da escola), fruto da parceria entre o Cala-boca já morreu e o do Lab_Arte.

Por todos esse motivos, só temos motivos para comemorar. Venha nos conhecer. Será um prazer receber sua visita.